Oh, Alentejo...

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

2018-02-12-10.21.35-1.jpg

Há algum tempo que o Alentejo se tornou um dos meus refúgios. Aprendi com o passar do tempo e com as caminhadas que tudo o que procuro muitas das vezes está naquele recanto de Portugal, no qual nunca tive a curiosidade suficiente de conhecer ao pormenor, da paisagem primaveril ao inverno. 
É pelos caminhos dos montes alentejanos que encontro um pouco de tudo: silêncio, sossego, vida e algo para ficar estupefacto. Onde a natureza vem ter connosco a cada passo que damos. Eu, e como todos os seres humanos embora não se apercebam, tenho uma enorme necessidade de contacto com a natureza (e não falo apenas de ter animais em casa ou ouvir os passarinhos chilrrear ao andar pela rua), estou a falar-vos de algo que nos faz esquecer um pouco o egoísmo e a cobiça escondida em nós, fora do alcance materialista. Quanto mais o ser humano tem, mais ele acha que lhe faz falta. Num lugar onde não há nada para além de vida, nós achamos - e sentimos - que já temos tudo.

É caso para dizer enjoy the little things porque tudo aqui é vivido ao mais pequeno detalhe.



Join the conversation!

Instagram

© Joana Rito | O Blog. Design by FCD.