A todas as pessoas que se acham vítimas da sociedade

março 03, 2018

Beautiful Portrait Photography by Daniele Pomposiello #inspiration #photography



A ti que guardas rancor, mas insistes que não o fazes, apenas "não esqueces" e, no entanto, é o tema de conversa que prevalece. A ti que sentes frustração e que não vês o mal que isso te traz. A ti que te auto consideras apoderado de inúmeras maldições e vives segundo a lei dos maldizeres e mau olhados. A ti que te sentes tão mal contigo próprio, que fazes questão de rebaixar os outros, de culpar os outros e de falar mal dos outros e para os outros - que depois não fazes a mínima ideia de onde vem a tua sensação de que ninguém te quer por perto.

A pessoa que se auto rebaixa perante os outros, que se auto considera culpada e odiada por todos, é alguém que carece do mais alto nível de atenção, mais do que aqueles que vivem para se pavonearem perante os outros. Mais, porque nem no mau, nem no bom querem ficar atrás. Porque têm múltiplas facetas e quando calha falar delas próprias, são as melhores do mundo em tudo o que fazem. Mas se alguém se atreve a desabafar com ela algo que correu mal - está tudo estragado! - Elas não querem saber da vida dos outros, porque só falam da vida delas próprias e, em relação a estar mal, sentem que têm que competir e mostrar que estão pior que ninguém.


Raras são as vezes que não ouvimos lamúrias vindas delas. Lembrem-se de marcar no calendário caso isso aconteça.


E não, não há muito a fazer. Por mais que nos esforcemos e queiramos ajudar a tornar a sua vida melhor do que aquilo que ela já é, haverá sempre algo no passado, no presente ou no futuro, que lhes vai fazer voltar a falar dos males que lhes fizeram e que está por vir. Dentro delas não mora a gratidão nem o perdão por nada nem ninguém. Não se deixem enganar, essas pessoas gostam tanto delas próprias que, com tanta lamentação, já teriam desistido. Sim, são as mais egoístas. E não, não pensam em mais ninguém senão nelas.


A ti, que tens alguém assim na tua vida, trata de te afastar, porque estas pessoas contaminam o nosso bem estar e contagiam o nosso estado de espírito.

E a ti, que sofres de tudo isto e que a carapuça te serviu - pára. Agora. Olha em teu redor para o que estás a fazer. Começa a mudar essa tua maneira de pensar e de reagir perante as situações. Ninguém gosta de alguém que só se lamenta e que só fala de si próprio. Coloca-te no lugar no outro. Interroga-te acerca do que fazes. Talvez todo o mal venha da tua cabeça. Pára de culpabilizar, julgar, falar mal. Há, de certeza, pessoas em situações piores que a tua. Treina a tua gratidão perante a vida que tens pela frente. E esquece o passado. Renova-te.

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.