Na estante: O Som das Coisas que Começam

terça-feira, 24 de abril de 2018


Ada aprendeu com a avó, Teresa, a não ter medo e a não perder a coragem: sempre que algo de belo parece desaparecer, ela deve apurar o ouvido e prestar atenção aos sons. Só assim será possível reconhecer O Som das Coisas Que Começam. Alguns são simples e têm uma magia especial: uma orquestra no momento de afinar os instrumentos, o vento uivante na tempestade, o tilintar de chávenas de café todas as manhãs... Mas na vida nem sempre sabemos reconhecer as coisas belas - quando deixamos de acreditar em nós próprios, ou quando alguém parte. Para Ada, agora que Teresa está gravemente doente, o medo de ficar só é tão forte que a tolhe. Mas ela conhece Giulia, a enfermeira que a encoraja, e Matteo, o homem que a surpreende com o amor incondicional. Giulia e Matteo irão confirmar que o amor significa prestar atenção aos sons que ninguém, exceto cada um de nós, consegue ouvir. E Ada irá aprender que, mesmo quando as coisas estão a terminar, algures no mundo elas estão também a começar.


_________________________________________________



"É tudo bonito. E tu és bonita como uma manhã de Maio." - este foi o excerto que me ficou no coração depois de ter lido o livro de Evita Greco, com uma linguagem simples e comum, um pouco repetitiva até, mas não deixa de ser uma boa história. Para quem tem um grande vínculo ou recorda os avós com grande carinho, vai ficar com o coração recheado com as boas memórias que este livro suscita. Com uma personagem principal, pura, doce e inocente como uma criança, vamos conseguir espelhar-nos muitas vezes em certas páginas. E sim, tal como o título indica, o som de todas as coisas é a prioridade deste deleite visual e imaginário. Talvez fiquemos mais atentos e escutemos mais o mundo. Todo o pormenor que a autora capta aos olhos de Ada, faz-nos mergulhar num refúgio e, ao mesmo tempo, viajar no tempo. E não, a história não vai acabar como vocês pensam, no fim, apenas no fim, se dá uma reviravolta tal que nos sentimos finalmente saciados ao terminar a leitura.

Join the conversation!

Instagram

© Joana Rito | O Blog. Design by FCD.